Saci-Pererê, um menino travesso

31 out, 2016 Nenhum Comentário

saci

O Saci-Pererê é um dos personagens mais conhecidos o folclore brasileiro. Talvez muitos não saibam, mas o dia 31 de outubro foi escolhido para homenagear esta figura tão representativa em nossa cultura que, provavelmente, surgiu entre povos indígenas da região Sul do Brasil, ainda durante o período colonial (final do Século XVIII). Nesta época era representado por um menino indígena de cor morena, que vivia aprontando travessuras na floresta.

Ao migrar para o Norte do país, o mito e personagem sofreram modificações ao receberem influências da cultura africana. O Saci se transformou num jovem negro com apenas uma perna, pois havia perdido a outra numa luta de capoeira. Passou a ser representado usando um gorro vermelho e um cachimbo, típico da cultura africana.

O primeiro escritor a falar do Saci-Pererê foi Monteiro Lobato. Com o título “Mitologia Brasílica – Inquérito sobre o Saci-Pererê”, ele colheu de leitores de um jornal, em 1917, diferentes narrativas de versões do mito. O resultado foi a publicação, no ano seguinte, da obra “Saci-Pererê: resultado de um inquérito”, primeiro livro do escritor. Com a transposição dos textos de Monteiro Lobato para a televisão, o Saci ultrapassou o imaginário, foi personificado e se transformou em um dos personagens mais famosos do nosso folclore.

Curiosidades

O Saci é um menino travesso que possui apenas uma perna, usa um gorro vermelho na cabeça e fica o tempo todo fumando cachimbo. Costuma correr atrás dos animais para afugentá-los, gosta de montar em cavalos e dar nó em suas crinas. Ele pode também aparecer e desaparecer misteriosamente, é muito irrequieto (não para um instante sequer), pois fica pulando de um lado para o outro e toda vez que apronta suas travessuras dá risadas alegres e agudas, além disso, gosta muito de assobiar.

Ao Saci-Pererê é atribuído tudo o que dá errado: ele entra nas casas e apaga o fogo do fogão, seca a água das vasilhas, esconde objetos (que dificilmente serão encontrados novamente) e seu principal divertimento é atrapalhar as pessoas para que elas se percam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *